"O que escolher fazer para tua vida, faça com AMOR!

Seguidores

domingo, 1 de maio de 2011

Saudades d'Os Bagaceras



"Hino"

Trabalho a semana inteira numa changa que arrumei
Pra depois gastar na farra tudo que eu arrecadei
Mas pouco importa, como gasto eu sou feliz
Se na semana que vem, faço de novo o que eu fiz.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Não chora minha china véia, não chora
Me desculpe, se eu te esfolei com as minhas esporas
Não chora minha china véia, não chora
Encosta a tua cabeça no meu ombro
E este bagual véio te consola.
Fui criado meio xucro e não sei fazer carinho
Se acordar de pé trocado eu taco fogo no ninho
Eu já fiz chover três dias só pra apagar o teu rastro
E se a china for embora, eu faço voltar à laço.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Não chora minha china véia, não chora
Me desculpe, se eu te esfolei com as minhas esporas
Não chora minha china véia, não chora
Encosta tua cabeça no meu ombro
E este bagual véio te consola.
Fui criado meio xucro e não sei fazer carinho
Se acordar de pé trocado eu taco fogo no ninho
Eu já fiz chover três dias só pra apagar o teu rastro
E se a china for embora, eu faço voltar a laço.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Sou meio louco, bagaceira, bebo um pouco
Ninguém vai me segurar
Não quero trago de graça, se bobear eu quebro a tasca
E faço chinedo chorar.
Não chora minha china véia, não chora
Me desculpe, se eu te esfolei com as minhas esporas
Não chora minha china véia, não chora
Encosta tua cabeça no meu ombro
E este bagual véio te consola



(Amor e Eu em 2005 - Prontos para mais um Bailão da Banda Hora Nacional, na companhia dos Bagaceras)




2 comentários:

  1. MeulsDeus que saudade! beijos te amo!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Soraya! Muito interessante o seu blog... descontraído, atual e irreverente. Parabéns pelo excelente trabalho. Quando tiver um tempinho, apareça no meu espaço. Terei o maior prazer em recebê-la. Até!

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir os Momentos comigo!!!
Volte sempre...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...